open master on

Como resolver desafios públicos provocados pela COVID-19?

Um chamado para participantes de TODO O BRASIL!

Apresentamos o Open Master ON, uma experiência online que vai desafiar e engajar você esteja onde estiver.

Uma formação para construção de soluções ágeis para desafios públicos reais.

R

Problema efetivo apresentado por gestores públicos

R

Equipes com 5 a 6 participantes empenhados em entender o problema e elaborar soluções

R

Sessões virtuais semanais com o grupo mediados pela Agenda Pública

R

Apresentação de casos inspiradores e acompanhamento do gestor público propositor do problema

R

Apresentação dos resultados finais em formato de artigos e em webinar público.

R

 Soluções ágeis: 60 dias

R

 Respostas práticas à crise;

R

 Aprendizado + conexões profissionais;

R

 Metodologia ágil

Jornada do Open Master ON

Premissas do Open Master ON

Aprendizagem
ágil

alternativas para desafios públicos reais em 60 dias! É adrenalina

aprendizagem a partir de problemas

situações concretas que inspiram e engajam os participantes

Aprendizagem
mão na massa

interações reais que ajudam a compreender limites e possibilidades de cada experiência

Habilidades
socioemocionais

estímulo constante ao desenvolvimento de empatia, trabalho em equipe, liderança, comunicação e gerenciamento de relacionamentos

Autonomia e
acompanhamento

 liberdade para aprender, mas com metodologia de acompanhamento contínuo

relacionamentos significativos

pessoas e experiências gratificantes que conectam, inspiram, desafiam e marcam positivamente

UM LEGADO DE PESO

O Open Master ON é inspirado no Open Master.

6 edições

presenciais de grande sucesso

Temas

relevantes
e diversos

Alumni

rede de
90 lideranças

20

projetos
aplicados

+20

mentores com reconhecimento nacional
e internacional

Os desafios do Open Master ON

A prefeitura municipal de São Paulo, maior cidade da América Latina, propõe dois desafios:

Desafio 1: Inteligência de dados para aprimoramento das políticas de proteção social

Numa cidade com as dimensões de São Paulo, identificar grupos vulneráveis e garantir ampla cobertura das políticas ainda é uma tarefa complexa. É preciso mobilizar soluções criativas e inspiradas em boas práticas para superar os problemas técnicos e financeiros enfrentados atualmente pelo poder público. Com base nas abordagens já experimentadas pela cidade e outros referenciais, o desafio vai explorar soluções para ampliar a capacidade de coleta e inteligência em gestão de dados, com foco na identificação de populações vulneráveis. 

Desafio 2: Políticas efetivas para trabalhadores informais em meio à crise

Com o agravamento da crise econômica, o poder público municipal se depara com dificuldades ainda maiores para interromper o crescente ciclo de vulnerabilidade econômica e social das famílias. Se parte do problema passa pela identificação desses indivíduos, outra parcela relevante diz respeito ao desenho de políticas que compreendam as especificidades da realidade paulistana, sua diversidade de públicos e o caráter interseccional de suas vulnerabilidades. Dessa forma, o desafio irá se debruçar sobre referências e experiências que permitam elaborar e potencializar a implementação de políticas públicas direcionadas a trabalhadores informais em situação de vulnerabilidade. 

A prefeitura municipal de Bananeiras, cidade paraibana a cerca de 140 km da capital e 22mil habitantes, chama você para pensar em soluções para:

Desafio 3: Fortalecimento da rede de proteção aos mais vulneráveis em cidades de pequeno porte

Com a crise da Covid-19, o município de Bananeiras enfrenta as contradições de sua vocação turística. Por um lado, segue o fluxo de pessoas vindas de outras cidades – o que aumenta o risco de contaminação local. Por outro, boa parte da atividade econômica vinculada ao turismo se encontra paralisada. A prefeitura vem mobilizando alguns programas de sustentação de pequenos negócios e proteção social, contudo, as incertezas quanto ao período de retomada impõem o desafio de manter e ampliar essa rede de proteção, além de criar as bases para a recuperação econômica. Os participantes do Open Master ON são convidados a pensar e propor caminhos para a realidade de Bananeiras e de cidades similares.  

O desafio é realizado em parceria com a Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS).

Perguntas frequentes

Seu título vai aqui

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. You can also style every aspect of this content in the module Design settings and even apply custom CSS to this text in the module Advanced settings.

Quanto custa?

O Open Master é gratuito para os participantes.

Tem certificação?

Sim, a Agenda Pública certificará os participantes com, pelo menos, 80% de presença nos encontros e que entregarem o artigo final.

 

Como é o processo seletivo?

Definimos os temas e abrimos o processo de inscrições. Os interessados (as) devem se inscrever no assunto de interesse. A seleção é feita pela equipe da Agenda Pública com base no perfil, disponibilidade e motivação. 

 

Preciso ter alguma formação específica para participar?

Pessoas com qualquer formação podem participar. Queremos compor um grupo com alto potencial de geração de mudança e o mais diversificado possível. Entretanto, é preciso que os candidatos tenham interesse e familiaridade com assuntos relacionados à gestão pública.

 

Preciso participar de todos os encontros?

Sim, é importante a participação em todos os encontros do Open Master.

 

Quais os critérios de avaliação?

Os participantes serão avaliados continuamente durante o processo, considerando elementos como interação em grupo, participação nas atividades regulares e mentorias, envolvimento na construção das soluções e qualidade do artigo final.

Bitnami